Mulher! Uma mensagem especial pra você…

DIA DA MULHER PADRÃO PARA IG.jpg

A mulher que teme ao Senhor, essa sim será louvada. (Pv 31.30b )

Foleando as revistas, nos comerciais da Tv, na série favorita, lá está ela: Mulher.

Nos stories do Instagran ou na timeline do Face, despojada e bem ligada, sempre ela: Mulher.

Cabelo arrumado, batom retocado, barriga sarada, roupa impecável. Lugar paradisíaco, família perfeita, filhos educados, mil atividades sem nunca perder a linha: Mulher.

Prega na igreja, canta no coral, dirige um negócio, organiza a casa toda, manda os filhos para a escola, depois para o cursinho, o futebol e a natação. Faz Pós, as unhas, sobrancelha e depilação: Mulher. 

Segura a casa com o salário, dá dura nas crianças, faz jornada dupla, tripla e ainda segura a barra da amiga. Tem tempo pra orar, lê a Bíblia com devoção, conta história para os filhos e se interessa por tudo o que fazem: Mulher...

Quisera ser essa mulher, tão extraordinária, tão dedicada em tudo, tão perfumada, paciente e devotada? Todas parecem conseguir, será que só você que não? Onde está sua beleza, força e habilidade? Parece durar só meio dia? Uma semana inteira pela frente e às vezes já está sucumbindo na segunda-feira? Frequentemente se pergunta como é que elas conseguem e clama Senhor, tem misericórdia de mim?

Lembre-se então de que Deus escolheu para ser mãe do Salvador uma jovem que não teve muito tempo para se preocupar em estar perfumada, sarada, retocada, arrumada. De súbito descobriu que seria mãe e teve que correr com o enxoval. Não teve tempo para preparar nada muito elaborado, ou casava, ou gestava. Logo enfrentou uma viagem e nela teve o seu filho. O parto, num lugar desconfortável, sem limpeza, sem médicos, sem glamour. Em pouco tempo, a vida do seu filho estava em risco, teve que fugir. Chão empoeirado, vida simples, longe da família, dos costumes, tendo que improvisar.

Seu filho não era seu, era o Filho de Deus. Sua vida consistia em dar exemplo de fé para que o menino crescesse sob o firme alicerce da Palavra. Não trouxe para si mesma nenhuma glória, não buscou nenhuma recompensa, não teve nenhum reconhecimento, mas viu a dor.  Teve como recompensa da missão bem sucedida a morte do seu filho na cruz. Rasgou-se o véu do templo e seu coração de mãe também. Viveu o luto e não se falou mais dela depois do túmulo vazio...

O Filho, ressuscitou. A mãe seguiu seu caminho. Mulher...

Lembre-se de que Deus a fez do osso, para ser resistente, mas a tirou da costela para que nunca esqueça de que foi gerada para ser acolhida por braços protetores, sempre.

Seu valor está em descansar em Deus. Seu brilho está em viver com plenitude as pequenas coisas com alegria, na confiança de que o Pai cuida de tudo na sua vida. Sua honra está em ser exatamente o que o Senhor te forjou para ser: Mulher!

Texto: Renata Santana, líder Interligados Kids